sábado, 7 de maio de 2016

Lília Tavares






SEGREDO

Quebrados
o vazio e o silêncio das águas,
segredo-te
que
o que tenho para te oferecer
nesta tarde apenas desenlaço
na intimidade dos ventos.

Lília Tavares, in “evocação das águas”, página 38, edições Seda Publicações, Novembro de 2015.

1 comentário:

Lília Tavares disse...

Caríssimo António,

Creio que não dei pela presença deste poema no teu blog.
Muito grata.
Beijinho.
LT