sexta-feira, 6 de abril de 2012

Desfilar da vida



Nasce um começo encanto
num anseio de continuar,
perante todo o espanto
de uma vida a desbravar.

Cresce o corpo e a mente
pelo conhecer permitido,
não há descobrir que atente
entre tanto caso perdido.

Seguindo o trilho, em frente,
por entre rasgos envelhecer
à passagem de tanto ano.

Tendo amor sempre presente
sabendo então reconhecer
que a saudade é desengano.


António MR Martins

foto de Kaunas (Lituânia), by Gonçalo Lobo Pinheiro

2 comentários:

VÓNY FERREIRA http://vonyfereeira.blogspot.com/ disse...

Andei por aqui António a lê-lo e a
descobrir o quão é grandiosa a sua alma.
Comecei um blog idêntico a este cuja finalidade é falar de poemas que me marcaram e de poetas, também. Você foi seguramente um deles sempre com uma palavra afável e de incentivo.
Gostei muito deste seu poema por isso deixo aqui as minhas palavras.
Beijinhos,
Vóny Ferreira

António MR Martins disse...

Obrigado Vóny.
Também sempre admirei a suas palavras, e elas já passaram por aqui e voltarão a passar.

Beijinhos
António MR Martins