terça-feira, 10 de setembro de 2013

Far-se-á justiça, mesmo que breve


Imagem da net, em: www.zemoutinho.blogspot.com


É neste enganador e baço breu
que os grunhidos violentadores
se decompõem para o acutilante captar
de todos os obreiros sofredores,
surripiando-lhes a pertinácia,
a diligência e a inteligência de que necessitam.

Quaisquer arremessos servem para tentar inferiorizar
quem lhes alimenta o ânimo, quem lhes preenche o âmago,
quem lhes dilata o estômago, quem lhes aumenta o prazer
e estabelece a conformidade de toda a sobrevivência.

Não permitas que te espezinhem,
que te sequem a garganta,
que te violem os sentidos
e que te esmiucem o interior.

Se te apedrejarem, apedreja-os também.
Se te insultarem, insulta-os também.

Ou então:

Faz como Jesus Cristo: Deixa-te esbofetear e dá-lhes a outra face.

Mas, aí, terás de os saber olhar,
olhos nos olhos,
sem te empertigares,
sem mexeres as tuas pálpebras, sem moveres o teu rosto.

Receosos se esconderão e se remeterão a um silêncio sem fim,
até que um qualquer vento devolva a tempestade às suas almas.

 
António MR Martins

1 comentário:

José María Souza Costa disse...

CONVITE
Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
Eu também tenho um, só que muito simples.
Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
Força, Paz, Amizade e Alegria
Para você, um abraço do Brasil.
www.josemariacosta.com